Pular para o conteúdo principal

Juros, termômetro de confiança?


Acredito que a formação ética e financeira seja o principal caminho para termos juros baixos. Antes de tudo é bom afirmar que o juro é talvez o melhor termômetro de confiança que se pode ter de uma economia. Além de instrumento de política econômica seria salutar vermos o juro como termômetro de confiança do mercado na capacidade de pagamentos da população. No tocante à formação ética sugiro uma formação escolar que contemple os itens básicos de convivência e respeito aos bens alheios, isso torna-se necessário pois ao usufruir de um crédito seja bancário ou não, o brasileiro comum tem o hábito de acreditar que o crédito seja um bem dele e que não deve satisfações ao credor que lhe confiou, isso leva a um estado em que credores precisam praticar altos juros por conta da falta de ética dos seus clientes.
 Imagine se num passe de mágica 95% dos brasileiros, passassem a ver os limites de cheque especial como um bem alheio e não como algo seu, se crescessem sabendo que o crédito que lhe oferecerem é uma forma de confiança que lhe depositaram, certamente não teríamos taxas de inadimplências tão altas e juros idem. Que legal seria abrir um banco e ver 95% dos clientes adimplentes!! Que legal seria o lojista confiando tendo certeza do pagamento de todas as prestações de seus clientes, não amigos estamos no Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog